29 de junho de 2010

Música para uma saudade



















Lírica poesia para uma pequena sereia

Noiva do mar
Beleza sem fim
Pequena sereia
Pedaço de mim
Me sinto tão só
A te procurar
as ondas me dizem
Que vou te encontrar.

O meu navio
Navega no teu coração
Marés que vêm,
Marés que vão
O meu amor canto por ti
Para te encontrar
Meu doce lar
Meu litoral

O canto do mar
O encanto do sol
Sereia das lendas
Louca imensidão

Pureza do ar
Do meu coração
Corrente segura
Pra navegar

(Música de Gilberto Oliveira e Luis Mauro Vianna, sobre minha cidade natal, Rio Grande... A Noiva do Mar, pequena sereia, terra papareia... Pedaço de mim!)

8 comentários:

ANTONIO CLEBER DOS SANTOS SILVA disse...

Oi Scheila:
Meus parabéns! O teu Blog é lindíssimo. Também... Morando neste paraíso (Nova Petrópolis)...
Não é dificil se ter inspiração.
Agradeço tua adesão a Confraria, gostaria que destes uma espiada no filme Noiva do Mar uma História de Amor na seção vídeo do meu blog.
Tu és Papareia?
Abraços
Cleber

Sheila S.S. disse...

Olá, Cleber! Obrigada pela visita. Seja sempre bem-vindo! Sou papareia, sim! Saí de Rio Grande há pouco tempo... Eu assisti ao filme, mas já faz um bom tempo. Vou dar uma espiada no vídeo para matar a saudade. Eu sou apaixonada por essa música, desde que eu a ouvi pela primeira vez. A confraria também vai me aproximar das coisas sobre essa cidade que tanto sinto falta. Grande abraço.

Patrícia Lara disse...

Olá, Sheila.

Encontrei seu blog através de um blog amigo, e que bela surpresa!
Gostei muito de tudo por aqui. Parabéns! Voltarei mais vezes...

Estou seguindo-te.

Beijos,
Patrícia Lara

Priscila Rôde disse...

Sheila, adorei a sua visita! :)

Um beijo

Celso Andrade disse...

Bacana não conhecia essa música!

apesar de singelo para uma mulher-blogueira.

belo blog!

Sheila S.S. disse...

Obrigada, Celso! Essa música fala sobre a cidade do Rio Grande/RS. Um abraço, e volte sempre!!!

Sheila S.S. disse...

Patrícia e Priscila, fico muito feliz com a visita de vcs! :)))

G I L B E R T O disse...

Sheila

Comemoremos e poetemos as nossas raízes sempre... A terra faz parte da gente, assim como a gente faz parte da terra... Um é o outro, o outro é o um... vivendo juntos e indissociaveis!

Estejas bem agora e sempre!